clinimed-logo

CLINIMED SAÚDE OCUPACIONAL

Como estimular o uso de EPIs na empresa e evitar acidentes?

Mulher usando luvas, capacete de proteção, máscara e colete segura uma caixa enquanto sorri.

Como estimular o uso de EPIs na empresa e evitar acidentes?

Os equipamentos de proteção individual estão presentes em quase todas as empresas, mas nem sempre o uso de EPIs é feito da maneira correta, o que o impede de exercer sua função principal, que é proteger o trabalhador. 

Existem ainda, aqueles que resistem à utilização dos acessórios, e acreditam não precisar dessa ferramenta. 

Mas, frente aos riscos de acidentes do trabalho, esses equipamentos mostram o quanto são importantes. 

Neste post, você vai descobrir o que pode fazer para estimular os colaboradores a adotar o produto de uso individual no dia a dia!

Primeiramente, o que são considerados EPIs?

Por definição, o equipamento de proteção individual (EPI) é uma ferramenta que deve ser utilizada pelo trabalhador para realizar suas atividades rotineiras dentro da sua ocupação profissional, relacionada aos riscos aos quais ele pode ser exposto. 

Em outras palavras, é um aparato individual utilizado pelo trabalhador que visa proteger a sua integridade física durante o expediente. 

Seu uso é estabelecido como um método de prevenção e cuidado com a segurança do trabalhador, além de ser de caráter obrigatório — de acordo com o Ministério do Trabalho — para certos tipos de empresa, como as indústrias.

Qual a sua importância?

Os EPIs, como o próprio nome sugere, têm a função de proteger cada trabalhador individualmente durante a sua atividade. 

Isso inclui prevenir acidentes, diminuir o impacto de atividades sobre a saúde do funcionário, reduzir os meios de contato com possíveis riscos e diminuir a ocorrência de doenças e acidentes ocupacionais.

Além disso, os equipamentos de proteção individual são uma imposição da segurança do trabalho e da norma regulamentadora 06, que determina a importância do uso desses objetos e estipula a sua obrigatoriedade. 

Isso significa que, a empresa que não cumprir a norma e não oferecer esses equipamentos novos ou em perfeito estado de conservação, estará sujeita a multas e punições sempre que as medidas de ordem geral não forem cumpridas. 

Quais EPIs precisam ser usados?

De acordo com a NR-06 e os Serviços Especializados em Segurança e Medicina do Trabalho, SESMT, o uso dos EPIs é particular a cada tipo de função e empresa. 

Existem equipamentos de proteção padrão para todas as categorias, mas cada uma deve adaptar seus EPIs às suas atividades.

Por exemplo, uma indústria química deve oferecer EPIs próprios para lidar com compostos químicos, como óculos de proteção, luvas resistentes, máscaras com filtro e botas de borracha.

Os equipamentos de uso individual mais comuns nas empresas são:

  • Óculos de proteção;
  • Capacetes;
  • Luvas;
  • Máscaras descartáveis; 
  • Protetores auriculares.

Por que estimular o uso de EPIs dentro da empresa?

O uso de EPIs dentro da organização deve ser uma pauta constante, devido à importância do assunto. Existem alguns motivos pelos quais vale a pena incentivar e orientar a equipe com relação ao tema. 

Confira:

Estabelecer o uso correto 

Ter um EPI guardado no bolso é a mesma coisa que não tê-lo e, infelizmente, essa é a realidade de muitas empresas. 

Funcionários que não entendem a importância desses equipamentos ou não sabem como usá-los corretamente estão tão sujeitos a acidentes quanto aqueles que não os tem. 

Por isso, a orientação sobre o uso também é fundamental para que um EPI possa realizar sua função. 

Prevenir e minimizar acidentes 

Sabemos que toda empresa apresenta algum tipo de risco ocupacional, alguns mais brandos que outros, mas, acidentes podem ocorrer a qualquer momento. O uso de EPIs pode ajudar a prevenir esses episódios e minimizar os danos caso ocorram.

Reduzir custos

Se estimular o uso de EPIs significa prevenir acidentes, isso também é sinônimo de redução de custos. Os acidentes de trabalho geram gastos exorbitantes para uma empresa, como multas, indenizações e manutenções. 

Por isso, reduzir o número de acidentes através do uso de EPIs é uma ótima estratégia para diminuir gastos com esses acontecimentos. 

Mostrar a importância para a proteção 

Pode ser interessante causar um “choque” com o intuito de conscientizar sobre algo. 

Ou seja, pode valer a pena apresentar a realidade e os riscos aos quais o trabalhador está exposto e o que pode ocorrer se caso os EPIs não forem corretamente utilizados. 

Assim, ele poderá entender melhor o recado e se conscientizar sobre a importância desse equipamento. 

Como estimular o uso dos EPIs?

Existem diversas maneiras de estimular o uso de EPIs dentro da empresa. Dessa forma, listamos algumas delas para que você possa aplicar:

1. Palestras e atividades em grupo

As palestras são meios bastante úteis de trazer informação de forma efetiva, além de promover uma relação e integração dos próprios ouvintes. Dentro de uma empresa, essa pode ser uma boa opção para mostrar a importância dos EPIs. 

Você também pode promover uma atividade em grupo para a sua equipe e convidá-los a ter uma experiência que ilustra o bom e o mau uso dos EPIs.

2. Fiscalização regular

Esteja sempre de olho naqueles funcionários mais teimosos que se negam a usar EPIs, eles são equipamentos muito importantes e você deve enfatizar isso dentro da sua empresa. 

Você pode aplicar advertências ou então chamar a atenção do funcionário que for pego sem seus equipamentos de proteção individual durante o período de trabalho. 

A fiscalização por terceiros também deve ser realizada e cumprida, a fim de manter a instituição de acordo com as normas de segurança do trabalho.

3. Atualização periódica 

Por fim, você deve estar atento à saúde dos seus funcionários e ao status de risco que a sua empresa oferece. Então, esteja sempre realizando novas inspeções e consultas regulares de medicina ocupacional. 

Isso tende a criar uma cultura de cuidados com a saúde dentro do ambiente de trabalho, levando a um maior conhecimento do assunto e a aceitação de EPIs sem grandes resistências. 

Portanto, conte com os parceiros certos para fazer as suas avaliações e tenha um resultado satisfatório. 

Confira os serviços da Clinimed e descubra como podemos te ajudar!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Post Relacionados

× Como posso te ajudar?