clinimed-logo

CLINIMED SAÚDE OCUPACIONAL

Ergonomia na Indústria: 3 Estratégias para um ambiente mais saudável

Profissional usando capacete e óculos de proteção enquanto segura um notebook ao lado de um robô.

Ergonomia na Indústria: 3 Estratégias para um ambiente mais saudável

A ergonomia na indústria é fundamental para garantir a saúde e segurança do trabalhador, promovendo sua qualidade de vida e bem-estar durante o exercício da sua profissão. 

Sabemos que más condições de trabalho podem causar grandes problemas, tanto para os funcionários como para as empresas. Por isso, sempre devemos alertar sobre a importância da ergonomia no ambiente industrial. 

Entretanto, garantir esse ambiente de trabalho saudável pode ser um desafio!

Sendo assim, a fim de te ajudar nessa missão, listamos algumas estratégias para trazer a ergonomia para a indústria.

Confira!

O que é Ergonomia?

A ergonomia é a ciência que estuda a relação do indivíduo com a sua execução de trabalho, isto é, a forma como ele trabalha. O estudo engloba o esforço físico, postura corporal, equipamentos utilizados para proteção no trabalho e muitos outros fatores. 

Um trabalho ergonômico é aquele que respeita as limitações do profissional e explora a sua capacidade, oferecendo o melhor para que ele possa ser produtivo sem ser prejudicado. 

A NR-17 é a norma regulamentadora responsável por implantar a ergonomia laboral. Ela estabelece parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho, visando garantir o máximo de conforto, segurança e desempenho. 

Para permitir a adaptação, é preciso que sejam analisados aspectos relacionados ao transporte e manuseio de cargas e pesos, condições ambientais, o uso de equipamentos adequados e, até mesmo, a própria organização do trabalho.

Por que a Ergonomia é essencial no Ambiente Industrial?

A ergonomia é tão importante para a indústria quanto para outros tipos de negócio. Até porque, o trabalho industrial pode trazer diversos riscos que devem ser rigorosamente identificados e, é claro, evitados. Para tanto, é necessário que os empregadores realizem a análise ergonômica do trabalho. 

Algumas das vantagens de se aplicar a ergonomia na indústria são:

Evitar acidentes

Acidentes de trabalho podem ser uma grande dor de cabeça para uma empresa, por isso, é sempre bom evitá-los. A ergonomia traz a prevenção de acidentes através da busca por um ambiente laboral mais seguro e saudável. 

Aumentar a produtividade

Em um espaço confortável, a produtividade tende a aumentar significativamente. Isso porque, o trabalhador se sente mais à vontade para exercer sua atividade e não há grandes distrações e empecilhos à sua atividade. 

Evitar prejuízos

A ergonomia no trabalho é uma obrigação importante das empresas! 

Condições precárias e que não estejam de acordo com as normas, trazendo riscos ao trabalhador, podem gerar punições e prejuízos financeiros, o que, sem dúvidas, não é interessante!

Reduzir o número de afastamentos

Funcionários afastados do trabalho são sinônimo de maior desgaste para a empresa. Nesse sentido, ao mesmo tempo que a ergonomia evita acidentes, ela também reduz o número de afastamentos por motivos ocupacionais. 

Além disso, com a redução da exposição a riscos e a promoção do bem-estar no ambiente de trabalho, as doenças ocupacionais tendem a diminuir de maneira satisfatória. Logo, ocorre a diminuição dos afastamentos no trabalho. 

3 Estratégias de Ergonomia para aplicar na Indústria

Felizmente, existem algumas estratégias que podem ser aplicadas dentro da indústria, a fim de promover uma atividade mais ergonômica para os colaboradores.

Dentre elas, podemos citar:

1. Evitar movimentos repetitivos por muito tempo

A linha de produção de Charlie Chaplin não deve ser um exemplo de trabalho. Movimentos repetitivos por longos períodos podem causar desconforto e exaustão, por isso, procure oferecer rotatividade dentro da sua empresa. 

Alternar funções e revezar entre os setores pode ser uma boa opção para garantir que seu funcionário não seja sobrecarregado por uma atividade em excesso.

Porém, além disso, é dever do empregador oferecer pausas e intervalos de descanso para que o colaborador possa se hidratar, alimentar ou alongar.

2. Forneça os equipamentos adequados

Lembre-se de sempre fornecer equipamentos adequados e que possam facilitar as atividades.

Empilhadeiras e guinchos para levantar cargas pesadas, carrinhos para transporte de materiais e outras ferramentas que reduzem a carga física sobre o corpo são importantes.

Os EPI’s também são essenciais para garantir a ergonomia no posto de trabalho, bem como as instalações dentro dos conformes. Ventilação para conforto térmico, iluminação, assentos e mesas adequados e de bons materiais fazem parte dessa lista. 

3. Incentive a prática de exercícios físicos

Por fim, vale a pena considerar incluir sessões de ginástica laboral no dia a dia da sua empresa. Além de promover o conforto físico instantâneo, também é um meio de incentivar a prática de exercícios

Movimentar e alongar o corpo é interessante para manter o relaxamento durante o trabalho, diminuindo pontos de tensão e reduzindo dores musculares provocadas pela atividade industrial. 

Para cuidar da sua equipe e garantir a ergonomia na indústria, conte com os serviços da Clinimed.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Post Relacionados

× Como posso te ajudar?