clinimed-logo

CLINIMED SAÚDE OCUPACIONAL

Turnover e Absenteísmo: Como Reduzir a Rotatividade e as Ausências na Equipe?

Turnover e absenteísmo: funcionária indo embora do escritório com suas coisas, enquanto gestor a observa.

Turnover e Absenteísmo: Como Reduzir a Rotatividade e as Ausências na Equipe?

Turnover e absenteísmo são dois conceitos importantes que fazem parte de qualquer empresa, seja grande, média ou pequena. Esses problemas podem afetar a qualidade dos serviços, a percepção de valor do cliente e o desenvolvimento profissional da organização como um todo.

Para evitar tudo isso, ambas as taxas de turnover e de absenteísmo devem ser reduzidas tanto quanto possível, e isso pode ser feito por meio de algumas estratégias implementadas pelos gestores.

Neste artigo, você verá quais são essas estratégias, e como elas beneficiam a empresa. 

O que é turnover e absenteísmo?

Turnover é a métrica que indica a taxa de substituição de funcionários em uma empresa, ou seja, a rotatividade, quando acontecem demissões e novas contratações com muita frequência.

Uma alta taxa de turnover geralmente aponta para problemas na cultura da empresa, no processo seletivo ou no plano de carreira oferecido aos colaboradores.

Por outro lado, o absenteísmo se refere às ausências dos funcionários durante os dias úteis de trabalho, podendo incluir faltas justificadas e não justificadas.

As taxas de absenteísmo elevadas podem indicar desmotivação, problemas de saúde, ou até mesmo um clima organizacional negativo.

Os impactos negativos do turnover e do absenteísmo

No ambiente empresarial, a alta taxa de turnover e os índices de absenteísmo são problemas que podem prejudicar significativamente o desempenho e a produtividade de uma organização.

Turnover se refere à rotatividade de funcionários, enquanto absenteísmo é a frequência com que os colaboradores faltam ao trabalho.

Ambos os fatores são indicadores de problemas internos que precisam ser abordados para garantir a estabilidade e o sucesso da empresa.

Quando funcionários são demitidos ou pedem demissão, é necessário realizar novos investimentos de contratação, treinamento e adaptação, até que os novos colaboradores estejam entregando alta produtividade e conheçam a fundo os processos da empresa.

Isso pode demorar cerca de três meses, que é o período de experiência da CLT.

Por outro lado, muitas faltas e atrasos prejudicam a produtividade da empresa, o tempo de resposta aos clientes e podem até deixar setores inteiros desfalcados, causando problemas também para os demais colegas de equipe.

Rotinas de escala de almoço, atividades realizadas em equipe ou que dependem do colaborador que faltou são alguns exemplos de impactos negativos do absenteísmo.

5 Estratégias para reduzir o turnover e controlar o absenteísmo

Reduzir a taxa de turnover envolve várias estratégias de gestão de pessoal. Primeiro, é essencial aprimorar o processo de recrutamento e seleção.

Contratar os candidatos certos, que se alinhem com os valores e a cultura da empresa, pode ajudar a diminuir a rotatividade.

Além disso, oferecer um plano de carreira bem estruturado motiva os colaboradores a permanecerem na empresa, pois vêem oportunidades claras de crescimento e desenvolvimento profissional.

Já um programa de controle do absenteísmo pode ajudar a monitorar e reduzir as taxas de ausência dos funcionários.

Este programa deve incluir políticas claras sobre faltas justificadas e não justificadas, além de oferecer suporte para questões de saúde física e mental.

Vale a pena implementar iniciativas de bem-estar, como programas de exercícios físicos, workshops de saúde mental e consultas médicas regulares, que podem reduzir o absenteísmo relacionado a problemas de saúde.

Veja algumas estratégias que podem ajudar:

1. Melhore o clima organizacional

Um clima organizacional positivo é fundamental para reduzir tanto o turnover quanto o absenteísmo. Investir em um ambiente de trabalho agradável, onde os colaboradores se sentem valorizados e respeitados, pode melhorar significativamente a satisfação no trabalho.

Programas de reconhecimento e recompensas, além de uma comunicação aberta e transparente, são fundamentais para criar uma cultura sólida e engajada na empresa.

2. Incentive a presença

Para reduzir o absenteísmo, é importante criar um ambiente que incentive a presença. Isso pode ser feito através de políticas de flexibilidade, como horários de trabalho flexíveis ou opções de trabalho remoto.

Além disso, promover um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal ajuda a evitar o burnout e motiva os colaboradores a estarem presentes e engajados em suas atividades diárias.

3. Invista em Saúde e Segurança do Trabalho (SST)

Investir em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) é uma estratégia fundamental para reduzir tanto o turnover quanto o absenteísmo.

Um ambiente de trabalho seguro e saudável evita acidentes e doenças ocupacionais, garantindo que os colaboradores possam realizar suas tarefas sem riscos à saúde.

Implementar políticas de SST, fornecer equipamentos de proteção individual (EPIs) e realizar treinamentos regulares de segurança são medidas essenciais.

Além disso, a empresa deve realizar inspeções periódicas e manter um canal aberto para que os funcionários possam reportar condições inseguras, o que demonstra o compromisso da organização com o bem-estar dos colaboradores.

4. Faça uma avaliação de riscos

Realizar uma avaliação de riscos é um passo indispensável para identificar e mitigar potenciais perigos no ambiente de trabalho. Esta avaliação deve ser feita de maneira sistemática, considerando todos os aspectos do ambiente e das atividades realizadas pelos funcionários.

Identificar riscos físicos, químicos, biológicos e ergonômicos permite à empresa tomar medidas preventivas e corretivas para eliminar ou reduzir esses perigos.

A avaliação de riscos não só promove a segurança dos colaboradores, mas também contribui para um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo, reduzindo a incidência de absenteísmo e turnover.

5. Implemente um programa de ergonomia

Um programa de ergonomia bem estruturado pode melhorar significativamente o conforto e a saúde dos colaboradores, reduzindo o absenteísmo e aumentando a produtividade.

A ergonomia foca na adaptação das condições de trabalho às necessidades dos funcionários, prevenindo lesões e desconfortos.

Investir em mobiliário ergonômico, ajustar as estações de trabalho de acordo com as características físicas dos colaboradores e promover pausas regulares para alongamentos são algumas das medidas que podem ser implementadas.

Um programa de ergonomia eficaz demonstra que a empresa valoriza o bem-estar dos seus funcionários e está comprometida em proporcionar um ambiente de trabalho seguro e confortável.

A Clinimed pode te ajudar a melhorar o desempenho

Reduzir a rotatividade e o absenteísmo na equipe é um desafio que exige uma abordagem multifacetada. Você viu diversas estratégias que podem ser implementadas para criar um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo.

Desde investir em um processo seletivo robusto e oferecer planos de carreira atraentes, até melhorar o clima organizacional e implementar programas de controle do absenteísmo, cada medida contribui para o bem-estar dos colaboradores e o sucesso da empresa.

Além disso, investir em Saúde e Segurança do Trabalho (SST), realizar avaliações de risco e implementar programas de ergonomia são passos essenciais para garantir a segurança e o conforto dos funcionários.

Essas iniciativas não apenas reduzem o absenteísmo e a rotatividade, mas também promovem um ambiente de trabalho positivo e engajador, onde os colaboradores se sentem valorizados e motivados a dar o seu melhor.

A Clinimed Saúde Ocupacional pode ajudar sua empresa por meio de programas de controle do absenteísmo, avaliação de riscos e estratégias de controle de SST.

Conheça as soluções da Clinimed e comece a reduzir o turnover e o absenteísmo na sua empresa.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Post Relacionados

× Como posso te ajudar?