clinimed-logo

CLINIMED SAÚDE OCUPACIONAL

Treinamento de Integração: como conduzir a capacitação de novos colaboradores? 

Em um galpão de fábrica, um homem usando uniforme mostra alguns papéis para outro, ensinando-o algo.

Treinamento de Integração: como conduzir a capacitação de novos colaboradores? 

Na maioria das vezes, a admissão de um novo funcionário vem acompanhada de um treinamento de integração e capacitação, responsável por orientar e ensinar o colaborador a exercer sua função da melhor forma possível. 

Mas, sabemos que treinar alguém pode não ser tão fácil, e algumas informações relevantes devem ser rigorosamente transmitidas e compreendidas. Por isso, é extremamente importante realizar um bom treinamento.

Neste artigo, você vai descobrir como conduzir a capacitação de novos colaboradores corretamente. 

Confira!

O que é o Treinamento de Integração?

Um treinamento de integração é um processo de adaptação para preparar o novo colaborador para o seu trabalho. 

Ele visa apresentar os valores, missões e visões da empresa ao funcionário, além de dar recomendações gerais e falar sobre as regras existentes no ambiente corporativo.

Mas qual a importância desse Treinamento?

Não é difícil entender a necessidade que novos funcionários possuem de se adaptar a um novo ambiente de trabalho, o que pode acabar comprometendo sua produtividade e aprendizado. 

Além disso, é natural que um novo profissional tenha muitas dúvidas quanto à política e às regras de segurança, por exemplo, da nova empresa. 

Dessa forma, algumas estratégias devem ser adotadas, a fim de diminuir a ansiedade e acelerar o processo de familiarização do novo trabalhador. 

E é aí que o processo de integração entra em cena!

Quais são os benefícios do Treinamento de Integração?

Além de promover a integração mais rápida e o entendimento prévio da cultura da empresa, este treinamento traz outros benefícios importantes, como:

Competitividade

Ao serem apresentados às metas e aos valores da empresa, os novos funcionários criam um senso de competitividade benéfico, que fará  com que possam entender e abraçar as necessidades do negócio e buscar sempre o melhor rendimento. 

Melhora o Relacionamento Organizacional 

Se a equipe tem pleno conhecimento dos objetivos e valores da empresa, os desentendimentos e a falta de comunicação se tornam menos frequentes. 

Isso contribui para uma melhora no relacionamento organizacional entre colegas de trabalho e a gestão. 

Aumento de Produtividade 

Sem dúvidas, um dos maiores benefícios da integração na empresa é a obtenção de resultados e o aumento de produtividade não somente dos novos profissionais, mas sim de todos os funcionários. 

Diminuição na Rotatividade de Funcionários

Uma boa integração dentro da empresa pode ajudar a diminuir o número de demissões e cortes nos quadros de funcionários, pois a transparência na integração mostra ao colaborador qual é a verdadeira realidade do trabalho. 

Sendo assim, ele não é surpreendido pelo que vê, além de se sentir acolhido e bem recebido, o que o incentiva a permanecer na empresa. 

O que é preciso apresentar ao novo funcionário na Integração?

Existem alguns pontos que devem ser abordados em toda integração, independentemente do negócio em questão.

São eles:

Metas da Empresa

É preciso informar o funcionário sobre as metas que ele deverá cumprir e, também, as da própria empresa. Isso servirá para que ele seja capaz de entender porque o trabalho é feito dessa ou de outra forma e qual a sua verdadeira importância para a empresa. 

Regras

Sabemos que todo lugar possui regras e, para garantir um bom convívio e a segurança, é preciso segui-las.

Logo, é preciso apresentar todas as normas da empresa ao colaborador, de modo que ele possa compreender a dinâmica do trabalho.

Cultura e Valores

Para que um funcionário se sinta, realmente, parte da empresa, é necessário que ele conheça a cultura e os valores da organização, podendo se identificar e se tornar consciente. 

Uma boa relação vem, sobretudo, da compreensão desses pilares.

Atribuições Específicas

Se o trabalho necessita que o funcionário possua algumas habilidades específicas, é preciso comunicá-lo, para que assim ele possa julgar se está de acordo com a função ou não. 

Em adição, se houver um treinamento a ser oferecido, também é interessante avisá-lo previamente. 

Uso de EPI’s 

Para atividades que apresentam riscos, o uso de EPI’s é obrigatório e deve ser informado ao trabalhador antes do início de suas atividades. As indicações de uso também devem ser passadas e, sua importância, enfatizada.

Essas orientações são extremamente importantes para que a atividade seja realizada de maneira segura para todos

Como realizar um bom Treinamento de Integração?

Agora que você conhece a importância do treinamento de integração e quais os seus benefícios, é hora de dar algumas dicas para que você possa criar o seu processo e obter sucesso nas relações internas da sua empresa. 

Veja:

Use materiais de apoio 

É interessante utilizar materiais de apoio na sua integração, como apresentações multimídia, atividades dinâmicas e interativas e indicações de leituras. 

Todas essas ferramentas irão auxiliar no treinamento e farão com que ele seja mais leve, claro e menos estressante para o novo colaborador. 

Essa é uma ótima opção para quem busca um método mais descontraído e que incentive a prática dos valores da empresa desde cedo. 

Defina o conteúdo do treinamento

Escolha quais serão os focos do treinamento e quais assuntos você irá abordar. Além dos assuntos específicos a cada empresa e dos pontos importantes citados anteriormente, você deverá apresentar outros assuntos como:

  • Hierarquia da empresa; 
  • Cargos e atribuições dos demais funcionários; 
  • Apresentar o RH e suas funções; 
  • Apresentar os benefícios, direitos e deveres do funcionário;
  • Explicar como a comunicação empresa-colaborador funciona.

Organize as informações com coerência

É importante que a aplicação do treinamento seja bem organizada e elaborada para que possa ser eficiente. Para isso, você deve definir um instrutor que seja capaz de representar a empresa.

Além disso, o modelo de treinamento e o tempo de duração também devem ser escolhidos com cautela e todas as informações devem estar bem concatenadas. 

Mantenha o conteúdo atualizado

Por último, é imprescindível que você sempre atualize o conteúdo do treinamento, à medida que a empresa se modifica e cresce. Portanto, não se esqueça dessa etapa importante. 

É preciso manter o treinamento de acordo com as atividades da empresa, para que o novo funcionário não se sinta perdido.

Sendo assim, tenha em mente que uma boa integração é aquela que mostra ao funcionário tudo o que ele precisa para se sentir parte da empresa, isso inclui, até mesmo, os cuidados com a sua vida. 

Se você deseja oferecer o melhor para a sua equipe, conheça os serviços da Clinimed.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Post Relacionados

× Como posso te ajudar?